NIETZSCHE

"E aqueles que foram vistos dançando, foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música". "Vida sem música é um equívoco". NIETZSCHE

terça-feira, 4 de julho de 2017

COLWELL-WINFIELD BLUES BAND - COLD WIND BLUES - USA - 1968





Aqui temos mais uma daquelas raridades perdidas da década de 1960. Mais um daqueles casos em que a história sempre ficará devendo aos amantes da boa música. Mais um grande equívoco desleal da história musical, pois foi mais uma carreira interrompida precocemente devido ao excesso de confiança - pra não dizer presunção - dos produtores musicais das gravadoras que, por tantas vezes, subestimaram músicos magníficos. Entretanto, felizmente, ao menos dois registros transpuseram as barreiras da injustiça e chegaram até nossos dias, graças a algum desses selos visionários que relançaram o álbum em 2001, fazendo justiça finalmente. Conta a lenda, que a banda abriu shows do Zeppelin em 1969. Tal fato, além do lançamento dessa obra e outra ao vivo (Live Bust-1971), corroboram a tese de que talvez seja uma das maiores injustiças da história do blues.


Na faixa Going Down Slow, além de todas as qualidades sonoras que descrevo acima, temos - como em todas as faixas, aliás -  um solo de guitarra extraordinário, que segue numa progressão alucinógena, que parece ter vida própria e dá a impressão que será eterno, pois se prolonga por dois longos e satisfatórios minutos.

A faixa Govinda é a mais experimental do álbum. Tem uma pegada de jazz que trafega por atmosferas um tanto orientais, que resulta num som de rara inspiração viajante.

As duas faixas menores do álbum também são as mais aceleradas: Free Will Fantasy e Whole Lot of Lovin; uma não passa dos cinco e a outra, dos quatro minutos.. Blues rock de qualidade que impressionam, acima de tudo, pela vitalidade dos arranjos, além da qualidade das composições.

Dead and Street é mais uma pérola do álbum; um verdadeiro ensaio instrumental digno de grandes nomes do jazz e do blues. Rock, blues e jazz mesclados com maestria por músicos extremamente maduros. Um magnífico passeio prolongado por oito minutos.

Got a Mind é a que mais chamou minha atenção devido a diversos fatores, além do simples fato de ter me tocado mesmo; sendo a que mais tive afinidade logo de cara. É um bluesaço arrastadão, com direito a um sax em cada canal e uma flauta magnífica. Tem raríssima inspiração tanto vocal quanto instrumental. Mais uma vez os trabalhos de piano baixo e bateria dão mais um show à parte, com notável harmonia de tirar o fôlego. Pra terminar, o solo de guitarra, arrastado e melancólico, é simplesmente monumental.

O álbum conta ainda com três faixas bônus. Duas versões demo, uma de Whole Lot of Lovin e oura da belíssima balada Cold Wind Blues. A outra faixa é a inédita Wind is Singing, que é uma faixa lenta que tem os arranjos bastante diferentes do trabalho da banda, guardando vaga semelhança mais com o alguma coisa do Traffic, talvez.

Momentos raros do blues estão registrados aqui. Na verdade, eu poderia dizer, sem medo, que é um dos mellhores registros de blues que já ouvi. Por longo período eu pesquisei blues; e já encontrei muita coisa boa, muita coisa rara; entretanto, encontrei neste álbum não somente excelentes arranjos, que incluem sax e flauta, mas, uma obra prima com arranjos fantásticos tanto para os intrumentos de sopro quanto para os tradicionais do blues. Os arranjos de bateria, baixo e piano são milimetricamente harmonizados como se tratasse de uma sofisticada obra de música progressiva da mais alta complexidade. Os responsáveis pelos arranjos e mixagem deste álbum são verdadeiros mestres da arte musical. Tudo parece estar conectado, de forma que nada fica jogado, nada fica pra trás, nada passa em branco; cada detalhe, cada acorde de cada instrumento parece ter um propósito maior, um objetivo comum que vai culminar numa estraordinária viagem musical.


MÚSICOS:

Bill Colwell - Guitar 
Chuck Purro - Drums 
Jack Shroer - Alto, tenor, soprano Saxophone 
Moose Sorrento - Piano, Vocals 
Collin Tilton - Tenor Saxophone, flute 
Michael Winfield - Bass 


MÚSICAS:

1. Free Will Fantasy-4:22 
2. Got A Mind-6:54 
3. Dead End Street-8:00 
4. Whole Lot of Lovin'-3:36
5.  Cold Wind Blues-4:49 
6. Going Down Slow-4:44 
7. Govinda-7:04 
Bonus Track
8. Wind Is Singing -4:10
9. Cold Wind Blues (Version 2)-4:00 
10. Whole Lot of Lovin' (Version 2)-3:49





4 comentários:

Quotes And Sayings disse...

Amazing post

faustodevil disse...

Obrigado pela participação. Que bom que gostou!

Positive Sayings disse...

Amazing post

djsoup disse...

Awesome!I heard some similar samples to these tracks,i left link here -
www.lucidsamples.com